sexta-feira, 4 de Dezembro de 2009

WOW :P

Hey Bitches! ;p
Ontem não pude escrever porque estava super cheio de trabalhos, e não aconteceu nada de mais (tirando o facto de ter combinado amanhã estar com o Francisco!) :P
Hoje quando cheguei à escola estava a puta da minha namorada à minha espera pra refilar comigo porque não lhe ando a ligar nenhuma! (o que eu tenho de aturar) ela fez-me prometer que passava a tarde com ela, e eu lá tive que ir... mas antes disso..
Hoje um rapaz que eu tenho debaixo de olho desde que entrei na escola, olhou para mim, e eu fiquei todo durito e envergonhado, era como se me estivesse a despir com o olhar. Acabei por ir embora, assumindo-me como pecador por pensamento, e fui para a casa de banho da escola (tinha que ser ali mesmo :$). Mais tarde disseram-me que ele era bi (e eu que sempre achei que ele era hetero...fiquei com as antenas a postos :p). Antes de ir ter com a Filipa (a puta da minha girl) fui ao cacifo para ir buscar uns cadernos que preciso para estudar, tinha lá um bilhete, um pedaço de folha pautada, rasgado e escrito à pressa "FESTA HOJE EM MINHA CASA, IA ADORAR QUE APARECESSES. JOÃO" - é preciso dizer-vos como se chamava o rapaz que me fez ir à casa de banho? isso mesmo, João xD
Bem, fui ter com a Filipa e ela levou-me para casa dela (SEXO, ninfomaníaca). Eu fui, não podia dizer que não ou tinha que aturar os gritos dela (grita mais quando está irritada do que quando está a ter um orgasmo). Aqui a minha bitchzinha aqui em baixo estava bem durinha ao pensar na festa de hoje à noite, mas não sei o que se passou. A Filipa começou a beijar-me e a despir-me e quando chegou à base, não aconteceu nada. Não senti prazer, acabou rápido... perdi a potência a meio. aliás, senti um tremelique quando lhe vi a pussyzinha... é estranho, sempre me satisfez... Fiquei a pensar nisso, se podia ser alguma doença que eu tivesse, mas quando cheguei a casa fui ver uns filmes amadores, protagonizados por Brasileiros bem GATÕES e que não têm PILAS mas sim TROMBAS (hummmm) e fiquei mais excitado do que com a Filipa... acho que ando com repulsa a cona...
Só sei que estou ansioso por daqui a bocado, em casa do João... :P
Pode ser que hoje finalmente consiga ter sexo com um rapaz pela primeira vez...estou esperançoso, levo uma caixa inteira de Durex Morango para prevenir ahah

Amanhã conto TUDINHO o que se passou hoje.

AMO-VOS :P

Já sabem, não deixem para amanhã o que podem comer hoje.
XOXO,
Rafinha.

quarta-feira, 2 de Dezembro de 2009

Hey Bitches!

Olááá! :D
Bem, nunca tive um bloguito, não sei bem como esta coisa funciona. Primeiro vou apresentar-me...Eu sou o Rafael Pimenta, tenho 15 anos (QUASE NOS SWEET SIXTEEN, BITCHES!), nasci no dia 25 de Dezembro (talvez por isso quando alguém passa por mim por vezes solte um "AI MEU DEUS!"). e... SOU BI. Decidi assumir isso ao mundo... hoje mesmo. E é essa a razão para ter criado o meu espacinho na internet!
Perguntam vocês: Porque criaste o blog?
E eu respondo: Porque hoje um rapazinho (devo dizer RAPAGÃO? :P) fez-se a mim no autocarro! Passo a contar a história toda.

Então, eu apanho o autocarro TODOS OS DIAS, para vir da escola pra casa. E como é óbvio, reparo nas vistas... Qual é o meu espanto, quando hoje, vejo entrar (por entre todas as carantonhas horrorosas habituais) um DEUS GREGO, ROMANO, DO OLIMPO e de sei lá mais eu onde! Onde é que ele se sentou? AO MEU LADO. Roam-se queridinhas, mas sim, foi o meu joelho que roçou no dele! Eu comecei a ficar com calores, e ele mexia mais o joelho, e mais quente eu ficava. Ele é o sol, derrete tudo à volta. Durante a viagem, fui deixando que ele mexesse o joelho, enquanto ia olhando para o chumaço que as calças brancas dele faziam entre as pernas (hummm...), e para o peito depilado, descoberto por baixo da camisa. (isto tudo, com cuidado para que ele não me apanhasse).
Fui me habituando ao embalar da perna dele na minha, e a viagem foi decorrendo. Ele escreveu alguma coisa num papel, mas eu nem liguei (estava a olhar pra outros sitios, se é que me entendem, bitches).
Quando chegou a minha paragem, não queria sair... mas tinha que ser. Pedi-lhe licença, e ele levantou-se, ficando uns segundos de costas pra mim (JÁ MENCIONEI QUE TINHA UM RABO QUE PRA SER PERFEITO SÓ FALTAVA TER LÁ A MINHA MÃO A TOCAR-LHE?) resisti à tentação de tocar, e passei, roçando a minha bitchzinha aqui de baixo bem no rabo dele (ela já estava bem crescidinha). Ia apressar-me a ir embora quando senti algo tocar-me no rabo. Olhei pra ele, mas já estava sentado e nem retribuiu o olhar. Pensei que fosse o meu sonho a tornar-se demasiado real e continuei... Vi o autocarro ir embora, e corri para casa, precisava de me ir aliviar :$ .
Quando cheguei a casa, tranquei a porta do quarto, tirei logo as calças e os boxers, tinha de tratar do assunto que o hottie do autocarro tinha criado. Era como se ele estivesse a ajudar, fantasiei tanto com ele. Quando, por fim, terminei o trabalho, peguei nas calças e vi que tinha um papel no bolso de trás. ERA UM NÚMERO DE TELEFONE! Mandei logo mensagem e SIM, SIM, SIM BITCHES, era ELE! Já estamos fartos de trocar sms bem quentes :P :P (eu sei que me invejam, mas eu cuido bem do pedaço, nem deixo os ossos ahahah)

BEM, tenho que ir, a minha B.B (BEST BITCH) Carla está a ligar-me.

amo-vos fofinhas, roam-se de inveja, talvez no fim de semana combine algo com o Francisco (HOTTIE DO BUS xD) .

Já sabem, não deixem para amanhã o que podem comer hoje.
XOXO,
Rafinha .